mar
24

O poder do ômega 3

Monte uma dieta extremamente saudável e saborosa, rica em ômega 3, e aumente a sua qualidade de vida

O poder do ômega 3

Já pensou tratar da TPM ao colesterol, melhorar o rendimento em competições e, de quebra, ainda emagrecer apenas ingerindo uma única substância? Pois é exatamente isso, e muito mais, que faz o ômega 3, um ácido graxo que trabalha a favor da saúde agindo em várias frentes ao mesmo tempo. Melhor: ele está presente em alimentos saborosos, como peixes e frutos do mar. Melhor ainda: pesquisa realizada pelas universidades americanas de Harvard e Washington mostraram que a ingestão regular desses alimentos pode dar 2,2 anos a mais de vida em relação a quem não os consome. Sim, o ômega 3 é poderoso, e vale cada garfada em peixes e crustáceos, nozes, brócolis e rúcula, alguns dos alimentos em que ele é encontrado.

 

Substância só é obtida apenas através da alimentação

 

Fundamental para a saúde humana, ele não é produzido pelo organismo e a única forma de ser obtido é através da alimentação. A dose de ingestão diária ideal para um adulto é de 250mg, 450mg para mulheres grávidas e 100mg para crianças. O consumo de peixes três vezes por semana já basta para suprir as necessidades do organismo e combater doenças inflamatórias, melhorar o desempenho cerebral e favorecer a memória, minimizar os sintomas e o desconforto da TPM, diminuir o colesterol e o risco de doenças cardiovasculares, aumentar a absorção de cálcio e combater a osteosporose e a inflamação de artrites e tendinites, ajudar no combate à diabetes e reduzir a potência das crises de asma. Em crianças o ômega 3 melhora a capacidade de aprendizagem.

 

Ômega 3 também ajuda a emagrecer

 

Recentemente, no entanto, foi descoberto que esse ácido graxo considerado essencial tem mais um efeito fantástico na vida de milhões de pessoas: ele ajuda a combater a obesidade. O estudo, apresentado em 2013 no XV Congresso Latino-Americano de Nutrição, em Campinas (SP), mostrou que, graças à sua capacidade de combater as inflamações, ele interrompe o ciclo que não deixa a leptina e a insulina, hormônios secretados pelos tecidos gordurosos e pelo pâncreas, respectivamente, levar ao cérebro a informação de saciedade: a gordura saturada produz substâncias inflamatórias que não deixam essa comunicação acontecer. Por outro lado, o ômega 3 ativa uma proteína que, acelerada, melhora a atuação da insulina nas células, deixando mais fácil a transformação do açúcar em energia antes de criar a gordurinha localizada. O mesmo estudo mostrou que o consumo de peixes reduz as taxas de LDL (colesterol ruim).

 

Conheça os alimentos que contêm esse ácido graxo poderoso

Alguns peixes têm mais ômega 3 do que outros. É o caso da sardinha, bacalhau, tilápia, truta, atum, salmão, cavalinha, anchova, arenque, cação e albacora. A substância também está presente em outros alimentos como o azeite e todos os óleos de origem vegetal, no gérmem de trigo, soja, avelã, nozes, amêndoa, castanhas, amendoim, semente de chia, espinafre, brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, abóbora, pepino e espinafre. O ômega 3 também pode ser encontrado em frutas como abacate, abacaxi, manga e mamão. Presente em alimentos tão variados, é possível montar uma dieta extremamente saudável e saborosa todos os dias.



Deixe aqui seu comentário